Você é contra ou a favor transferir o território do Balneário Campo Bom, atualmente pertencente a Jaguaruna, para o município de Sangão?

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Projeto pode transformar as áreas de restinga em APP Caso seja aprovada, os municípios serão afetados economicamente.

Decisão judicial

Projeto pode transformar as áreas de restinga em APP
Caso seja aprovada, os municípios serão afetados economicamente.

Uma das áreas coberta pela vegetação de restinga é localiza no Balneário de Arroio Corrente, em Jaguaruna - 

Uma decisão judicial emitida pelo juiz Rodrigues Fagundes Mourão, de Florianópolis, acatou a solicitação do ministério público estadual para transformação imediata de toda a vegetação de restinga para que a mesma seja considerada área de preservação permanente (APP).

“A vegetação de restinga está presente em 100% dos municípios do nosso litoral, e em muitos casos faz parte da vegetação urbana das cidades e de empreendimentos consolidados”, informa  o engenheiro ambiental, de Tubarão, Alexandre Martins da Silva.

Uma comissão formada por diversos órgãos se reuniram para discutir ações conjuntas entres entidades de diversas áreas em razão da sentença proferida na ação civil pública, que considera a vegetação de restinga como APP.
O engenheiro anuncia  esta decisão, que ainda está em trâmite, além de colidir expressamente com o texto legal do Código Florestal e Lei da Mata Atlântica, impacta profundamente na economia catarinense. 

“Já temos uma legislação quanto as área de APP, o que falta é mais fiscalização. Não se pode generalizar toda interpretação pelo simples fato de um local existir uma vegetação de restinga. Se isto ocorrer teremos uma grande insegurança jurídica, técnica e uma paralisação geral nas obras de infraestrutura”, alerta Alexandre.

Próximas ações
No próximo mês uma nova reunião entre os participantes da comissão que estuda a situação catarinense deverá ser marcada. “Ficou definido que o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea/SC), irá fazer uma mapa com todas as cidades e áreas que tem vegetação de restinga. A Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel), irá realizar uma metodologia de levantamentos econômicos de quanto os municípios irão ser afetados economicamente, caso esta decisão seja aprovada e outros itens relevantes devem  ser apresentados”, descreve Alexandre. 

Comissão
Fazem parte do grupo representantes da Comissão de Meio Ambiente de Santa Catarina (CMA), Federação Catarinense dos Municípios (Fecam), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SC), Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis (Floram), Crea , Associação de Geólogos de Santa Catarina, Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), Amurel e Associação Catarinense de Engenharia Sanitária e Ambiental. 


Por Silvana Lucas (Notisul)

domingo, 25 de janeiro de 2015

Relatório de Balneabilidade da FATMA confirma - As praias de Jaguaruna são as melhores para o banho

O terceiro relatório de balneabilidade do estado catarinense foi divulgado nesta sexta-feira dia 23 de janeiro de 2015. E, desta vez, 77 praias estão impróprias para o banho.

 A informação foi anunciada pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma). A novidade, porém, é que aumentaram para 11 os pontos negativos desde a última análise. 

Na região, foram avaliadas 21 praias, sete em Laguna, quatro em Garopaba, sete em Imbituba e três em Jaguaruna. E apenas nas duas últimas cidades é que todos os pontos estão próprios para o banho. 

Na Cidade Juliana, os locais impróprios são: na Lagoa da Cabeçuda, em frente ao quilometro 313 na BR-101, na Praia do Gi no posto de guarda-vidas e na Prainha do Farol, na entrada da praia. 

Já em Garopaba, quase todos os locais analisados estão ruins para entrar no mar. Na praia da Ferrugem, no acesso principal, na praia de Garopaba, na rua Lauro Müller, e na praia do Siriú, na Estrada Geral.

O número de locais impróprios para banho de mar é maior por causa da alta ocorrência das chuvas que atingiram os municípios litorâneos nas últimas três semanas.

A orientação é que os veranistas acompanhem todas as condições das águas por meio dos boletins divulgados pela Fatma. Este foi o décimo relatório fornecido nesta temporada. 

No total, foram 27 municípios que tiveram amostras coletadas, na qual estiveram em análise 199 praias. Somente oito apresentaram todos os locais próprios para o banho de mar, entre elas Jaguaruna e Imbituba.

Vegetação da restinga - Plantas simbolos da Praia do Campo Bom

Entre os diferentes ecossistemas que formam o Bioma da Mata Atlântica e que conferem uma grande diversidade à paisagem temos a restinga. De acordo com a RESOLUÇÃO Nº 10, DE 1º DE OUTUBRO DE 1993 do CONAMA da -se o nome de restinga toda a vegetação que recebe influência marinha, presente ao longo do litoral brasileiro, também considerada comunidade edáfica, por depender mais da natureza do solo do que do clima. Este tipo de vegetação é encontrada em praias, cordões arenosos, dunas e depressões e se caracterizam por apresentar folhas rijas e resistentes, caules duros e retorcidos e raízes com forte poder de fixação no solo arenoso. O solo da restinga é composto basicamente por areia de quartzo + uma capa de humus o que tornam salgados e pobres em nutrientes.

Praia do Campo Bom - Novo acesso


segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Conheça a Verdadeira História que Originou Jaguaruna a Cidade das Praias

Jaguaruna 123 Anos de Emancipação Político Administrativa
aguaruna 123 Anos de Emancipação Político Administrativa

O início do povoamento de Jaguaruna é de origem européia, é mais antigo do que até o presente se deu conhecimento. Os documentos básicos para o enigma da origem da colonização nas zonas de sesmarização são as cartas das sesmarias, que funcionavam como as escrituras da época. Estas cartas davam aos sesmeiros o domínio e posse das terras com clausulas de direitos e deveres. Baseados nestes e em outros documentos oficiais, conseguimos concluir que o povoamento efetivo do município de Jaguaruna iniciou-se em torno de 1800. Em primeiro lugar, lembramos que as praias de Jaguaruna eram os caminhos que os lagunenses, de origem vicentistas, utilizavam para expandir o território Português em direção ao meridião, a partir do primeiro quartel do século XVll. (Em torno de 1715). Dentre os vários capitães, destacaram-se Francisco Brito Peixoto e seu genro João de Magalhães. No ano de 1731, João de Magalhães recebeu do rei de Portugual, Dom João V, a sesmaria que denominou-se Garopaba do Sul. A referida sesmaria media uma légua e meia de frente para o mar, com a mesma direção ao s fundos,partindo da demarcação da Lagoa da Garopaba até o Ribeirão das Barranceiras (Arroio Corrente) e aos fundos o rio Jaguaruna,( uma légua media 6.600 metros). É provável que a sesmaria tenha sido utilizada para a criação da gado, tendo em vista que a mesma é também citada com a denominação de Campos da Garopaba. João de Magalhães foi um dos principais dentre os Chomens bons de Laguna. Participando da conquista dos campos de São João Pedro do Rio Grande do Sul, tornou-se estancieiro em Viamão, onde faleceu em 1771. É o primeiro personagem que está diretamente envolvido na história de Jaguaruna. Em 5 de abril de 1773, o sargento Mor de Ordenanças Manoel de Souza Porto, recebeu do vice-rei de Portugal a sesmaria de Campo Bom, medindo três léguas de frente ao mar com uma e meia de fundos. A sua frente iniciava no Arroio Corrente, continua à sesmaria da Garopaba, findado no Rio Urussanga, e os fundos ia até o rio Jaguaruna (Rio Sangão). Nesta data, o citado sargento já havia adquirido a sesmaria da Garopaba. Manoel de Souza Porto faleceu em 1779. As sesmarias de Garopaba e de Campo Bom, que eram de sua propriedade, foram adquiridos pelo padre Bernado Lopes da Silva, esta vasta área de terra iniciava na Lagoa de Garopaba e findava no rio Urussanga. Com a morte de Pe. Bernardo Lopes da Silva, que não deixou herdeiros, as duas sesmarias foram arrematadas em hasta pública por Antônio Vieira Rabello, 1807. Este sesmeiro e seus descendentes se fixaram definitivamente, iniciando o efetivo povoamento sobre suas sesmarias, que foram sendo desmembradas por seus herdeiros, os quais venderam parcelas de suas heranças. O capitão Francisco Coelho Rabello é um dos herdeiros muito citado nos documentos. A terceira, de grande importância na história do município, é a da sesmaria de Jaguaruna, concedida a Domingos Fernandes de Oliveira, em 1804. Confrontava-se com os fundos da sesmaria de Campo Bom, com limites na Lagoa de Jaguaruna, a qual já tinha este nome naquela data. Havia, portanto, em 1804, três sesmarias com nomes distintos: Garopaba, Campo Bom, Jaguaruna.

               Estabeleceu-se 1867 o Cel. Luiz Francisco Pereira, procedente de Palhoça. Vieram dois anos após outros de Garopaba e Aratingaúba, entre eles Joaquim Marques, Francisco Rebelo, Manoel Marques. Os principais colonizadores foram os açorianos descendentes de Portugal, que chegaram a partir de 1870. Foi a região conhecida primeiramente por Campo Bom. Prevaleceu contudo o nome indígena Jaguaruna, equivalente à Jaguar Preto. A história do nome Jaguaruna é lendária; conta-se que os índios que aqui viviam encontraram nas redondezas do município um jaguar preto que em Tupi-Guarani é falado yaguar una ( onça preta). Esse acontecimento acabou dando origem ao nome da cidade. Já teve condições de ser elevada à Freguesia, em 5 de Maio de 1880 (Lei Provincial n. 887), por desmembramento de Tubarão. Extinta em 1883, foi a freguesia de novo restaurada em 3 de Março de 1884 (lei n. 1049). Este ato do fim do Império não teve efeito eclesiástico conhecido. Foi a paróquia de N. Sra. das Dores de Jaguaruna efetivamente criada em 24 de Junho de 1902. Em 06.01.1891, acontece a criação do município (Lei provincial n. 38), por desmembramento de Laguna. Extinto o município em 30 de Agosto de 1923, foi restaurado em 11 de Dezembro de 1930 (decreto n. 25). O município foi criado pelo Decreto Estadual n. 025 de 11 de dezembro de 1930, pelo Interventor Federal Ptolomeu de Assis Brasil. A comarca foi criada pela Lei Complementar n. 109 de 7 de Janeiro de 1994 e foi instalada em 19 de Janeiro de 1996. Fazem parte da Comarca da cidade os municípios de Sangão e Treze de Maio.

               Adaptado de - A criação do município de Jaguaruna- Por Amádio Vitoretti (Históriador)

               Origem do nome Jaguaruna é uma adaptação de iaguarauna. Iaguara significa no dialeto tupi-guarani jaguar e una quer dizer preta. Em 1804, a sesmaria que batizou o lugar, já possuía este nome.

Fonte: Fonte www.portaljaguaruna.com

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

ALGUMAS RAZÕES PARA VOCÊ CONSUMIR MELANCIA

Verão e melancia são uma combinação perfeita, já que a fruta é composta por 90% de água, o que a torna um hidrante natural e delicioso. Ideal para ser consumida nos dias mais quentes, ela ainda tem a vantagem de ser pouco calórica. "Cada 100 gramas da fruta tem de 30 a 32 calorias",

A parte branca da melancia é a parte que mais hidrata o organismo. Muito rica em nutrientes, vitamina A, vitamina C, do Complexo B, muito ferro, cálcio, fósforo, potássio, sem falar que a melancia possui fibras insolúveis, que ajuda no intestino, e fibras solúveis, que ajuda também a diminuir a quantidade de açúcar e gordura na circulação.

Segundo os nutricionistas o licopeno, que é um carotenóide muito interessante para a saúde e ajuda a diminuir o risco de câncer de próstata, e a citrulina, que aumenta a formação de óxido nítrico e ajuda a dilatar os vasos sanguíneos. O licopeno tambem é uma arma poderosa contra os radicais livres, substâncias nocivas que aceleram o envelhecimento das células, fazendo com que a pele perca firmeza e elasticidade. Além desta características a melancia:

-É um alimento rico em antioxidante, que está associado à redução do risco de alguns tipos de câncer, em particular do pâncreas, pulmão, cólon e próstata.

- Segundo estudo, as suas sementes também ajudam a preservar a saúde da próstata.

- É um excelente diurético, uma vez que reduz a retenção de líquidos.

- Possui propriedades depurativas porque ajuda a eliminar substâncias residuais através da urina. É indicada para pessoas que sofram de cálculos renais, ácido úrico elevado ou hipertensão.

- Tem um efeito calmante, por isso alivia o estresse.

Como escolher:

- Opte pelas que têm marcas amarelas na casca para garantir que esteja madura. Se as manchas forem brancas ou esverdeadas significa que foi colhida antes do tempo e, portanto, não terá sabor.

- Agarre-a com uma mão e dê umas palmadas com a palma da outra mão. Se o som lhe parecer oco é porque está no ponto certo.

- Verifique se a superfície não tem cicatrizes, áreas sujas ou machucadas nem outros defeitos.

Fonte: www.suadieta.com.br/

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Os arcaicos "terrenos de marinha"

Quando exerceu mandato de senador por Santa Catarina, o empresário José Henrique Carneiro de Loyola(PMDB) propôs a extinção dos “terrenos de marinha”, áreas de 33 metros nas praias, rios e lagoas, de domínio da União, sobre as quais incidem taxas federais escorchantes.
Criadas pela Coroa Portuguesa para exploração exclusiva das salinas, com a cobrança de aforamento, ocupação e laudêmio, as taxas pelo uso dos “terrenos de marinha”, foram mantidas no Império e na República, e até os dias atuais.
A presidente Dilma Rousseff enviou projeto ao Congresso que com alguns avanços neste jurássico instituto, esbulhador de milhares de cidadãos, de empreendedores e de sofridas famílias de pescadores.
Um substituto do deputado José Chaves, relator na Comissão Mista do Congresso, contou com a aprovação de emendas do deputado Edison Andrino (PMDB), apresentadas durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa.
Uma das emendas de Andrino proíbe que haja cobrança pela União com efeito retroativo até 2008 na Ilha de Santa Catarina. Outra prevê que 20% da arrecadação federal destas taxas sejam destinados aos municípios que, na prática, os únicos que fazem melhorias nestas áreas.
O projeto estabelece redução da alíquota da 5% para 0,5% sobre o imóvel, cujo valor recairá apenas sobre o terreno e não sobre todas as benfeitorias.
Até em Portugal, como enfatiza o relator José Chaves, não mais existe “esta prática medieval, anacrônica e ultrapassada”.


Fonte: Moacir Pereira

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Novo acesso, novas demandas para o balneário Campo Bom

Começa a se tornar  realidade o acesso asfáltico até a praia do Campo Bom.  As obras estão em ritmo acelerado e a previsão da empresa responsável pela construção da rodovia é de  que até meados de dezembro a estrada esteja pronta para o transito dos moradores e veranistas.
Parabéns a todos que de alguma forma contribuíram para que este sonho virasse realidade.
No entanto, não podemos nos esquecer de que juntamente com a nova estrada surgem também novas demandas por serviços e infraestrutura em razão do aumento natural do fluxo de pessoas até o Balneário.
Desta forma, é importante que o poder público municipal se estruture para dar apoio no sentido de prestar os serviços básicos a população.  O trabalho de limpeza, coleta de lixo inclusive o lixo pesado, conservação de ruas, bosques, etc., deve ter uma dinâmica e uma frequência que caracterize dispormos de um ambiente limpo e saudável.

Outras questões que tem que ser aprimorada, diz respeito as atividades recreativas e sociais do Balneário.  Seria importante que o poder  publico, em parceria com o comercio local, estabelecesse uma agenda com toda a programação sobre os atrativos da temporada de 2015.  Ações como estas certamente  contribuiria para a organização e  divulgação do balneário. 

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

TRANSITO: multas ficarão até 900% mais caras e punição mais rigorosa a partir de 1º de novembro

A partir de novembro, desrespeitar o Código Brasileiro de Trânsito vai custar mais caro, além de aumentar o risco de ir para a cadeia. Algumas infrações ficarão até dez vezes mais caras. As mudanças no Código de Trânsito vão punir condutores que desrespeitarem a legislação e forçarem ultrapassagens em locais proibidos, como faixas contínuas ou pelos acostamentos das rodovias. Os valores das multas foram reajustados e vão ficar ainda mais salgados para condutores reincidentes dentro de doze meses. As mudanças passam a vigorar a partir do  dia 1º de novembro. 
A partir dessa data as multas por ultrapassagem indevida e ultrapassagem nos acostamentos das rodovias passam a custar R$ 957,70 para o condutor infrator e em caso de reincidência em 12 meses o valor dobra.  Caso forçar passagem entre veículos que transitam no sentido oposto, o condutor será multado em R$ 1.915,40. Hoje essa infração custa R$191,00. Nesse caso além da autuação o condutor terá sua CNH (carteira nacional de habilitação) suspensa por um ano. 
Essas mudanças foram publicadas no Diário Oficial da União no dia 12 de maio de 2014. Os condutores deverão ficar atentos para as novas mudanças que passam a vigorar a partir de 01 de novembro desse ano. Com as mudanças, serão punidos participantes de rachas, competições e exibições não autorizadas. A primeira grande alteração se refere a corridas, competições, eventos, demonstrações de perícia e condutas assemelhadas, não autorizadas pela autoridade de trânsito competente. Essas condutas estão tipificadas nos artigos 173, 174 e 175 do Código de Trânsito Brasileiro - CTB.
Os condutores que forem flagrados praticando alguma das atividades citadas ou, ainda, utilizando-se de veículo para demonstrar ou exibir manobra perigosa, mediante arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou arrastamento de pneus, estarão sujeitos à penalidade de multa de R$1.915,40, suspensão do direito de dirigir e apreensão do automóvel. Nos casos de reincidência, a multa será aplicada em dobro, ou seja, R$3.830,80.
Ultrapassagem Indevida  A outra grande alteração trata das condutas relacionadas às manobras de ultrapassagens, responsáveis por inúmeros acidentes fatais. A legislação igualou as infrações referentes a ultrapassagens indevidas realizadas pela contramão e pelo acostamento. A infração de ultrapassagem pela contramão em faixa contínua é considerada gravíssima e custa atualmente R$ 191,54 e pelo acostamento é considerada grave e custa R$127,69. A partir de 1° de novembro ambas serão consideradas gravíssimas e deverá ter o valor multiplicado por cinco, o que equivale dizer que a multa será de R$ 957,70, dobrando em caso de reincidência em doze meses, podendo chegar a R$ 1.915,40. 

Forçar passagem entre veículos Já o condutor que forçar passagem entre veículos, mesmo que em local onde a ultrapassagem seja permitida, que hoje paga uma multa de R$191,54, considerada gravíssima vai ter o valor multiplicado por dez, passando a multa a ser R$ 1.915,40, e, em caso de reincidência nos 12 meses seguintes, a multa será aplicada em dobro, chegando ao valor de R$ 3.830,80. Essas mudanças têm como objetivo diminuir o número de acidentes do tipo colisão frontal, que no estado do Mato Grosso corresponde a mais de 40% das mortes em acidente de trânsito nas rodovias federais. Nesse caso, além do valor da multa ter aumentado o motorista também terá sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Eleições 2014 em Jaguaruna - Confira os candidatos mais votados

Município: JAGUARUNA  SC
1- Cargo:  Presidente
Candidato                                           Votos           Class.             % válidos
45 - AÉCIO NEVES DA CUNHA          4.604         1º                   42,70
13 - DILMA VANA ROUSSEFF            4.584         2º                   42,51
40 - MARINA DA SILVA                      1.362         3º                   12,63
50 – LUCIANA GENRO                            75           4º                    0,70
43 - EDUARDO  ALVES SOBRINHO      56          5º                     0,52
20 - EVERALDO DIAS PEREIRA            47          6º                     0,44
28 - JOSÉ LEVY FIDELIX DA CRUZ      32          7º                     0,30
16 - JOSÉ MARIA DE ALMEIDA            19          8º                     0,18
29 - RUI COSTA PIMENTA                      2           9º                     0,02
27 - JOSE MARIA EYMAEL                      1          10º                   0,01
21 - MAURO LUÍS IASI                             1           11º                   0,01

2- Mais Votados para Governador SC
55 - JOÃO RAIMUNDO COLOMBO        5.480
45 PAULO ROBERTO BAUER                  3.101   
13 - CLAUDIO ANTONIO VIGNATTI      1.444

3- O três candidatos mais votados para Senador em Jaguaruna
155 - DÁRIO ELIAS BERGER                        4.136 -   44,53%
401 - PAULO ROBERTO  BORNHAUSEN  3.499   -  37,67%
130 - MILTON MENDES OLIVEIRA            1.337   -  14,39

4- Os dez candidatos Mais Votado para Deputado Federal  em Jaguaruna
1105 - JORGE  BOEIRA                                      1.735     16,88
1515 - EDSON BEZ DE OLIVEIRA                   1.545      15,03
1509 - RONALDO JOSÉ BENEDET                  1.193      11,61
1570 - MAURO MARIANI                                     875       8,51
1300 - JOSÉ PAULO SERAFIM                            703       6,84
5555 - JOÃO RODRIGUES                                   449        4,37
5588 - JOÃO PAULO  KLEINUBING                  425        4,14
5020 - JULIANA COSTA TORRALBA                396        3,85
1133 - ESPERIDIÃO AMIN                                   274       2,67
GEOVANIA DE SA RODRIGUES                       271       2,64%

5- Os 20 candidatos Mais Votados para Deputados Estadual em Jaguaruna
23456 - RICARDO ZANATTA GUIDI           1.232        11,67
11234 - JOSÉ MILTON SCHEFFER              1.028          9,74
15015 - ADA LILI FARACO DE LUCA           984          9,32
11166 - VALMIR FRANCISCO COMIN          810          7,67
*55111 - JOSÉ NEI ALBERTON ASCARI       701         6,64
55777 - ISMAEL DOS SANTOS                       554         5,25
15157 - MANOEL MOTA                                  426        4,04
45111 - ADILOR GUGLIELMI                          413        3,91
15150 - LUIZ FERNANDO CARDOSO            381        3,61
13650 - MATUSALÉM DOS SANTOS             255        2,42
55555 - MAURÍCIO JOSÉ ESKUDLARK         242       2,29
15690 - EVANDRO SOUZA DE ALMEIDA     203       1,92
13450 - DIRCEU LUIZ DRESCH                       184      1,74
12345 - RODRIGO MINOTTO                           181       1,71
11222 - ANDRÉ FRETTA MAY                        163       1,54
15200 - VALDIR VITAL COBALCHINI           155       1,47
11111 - MARIA ELIZABETH  TISCOSKI         154      1,46
15321 - RENATO LUIZ HINNIG                       148       1,40
13130 - CIRIO VANDRESEN                             137       1,30

               MAURÍCIO DA SILVA                       136       1,18

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Banana madura cura o câncer?

As redes sociais sabem como ninguém propagar coisas loucas. Inocentemente as pessoas clicam em absurdos e eles rapidamente tornam-se verdades. Como a história de que banana madura (de preferência aquela que tem a casca cheia de pontinhos marrons) conteria TNF, substância capaz de curar o câncer.
Mas de onde veio isto? Em 2009 os pesquisadores japoneses Iwasawa e Yamazaki publicaram artigo em que discutiam o efeito de injeções de banana no peritônio (membrana que cobre a parede abdominal) de ratos.  O contato do peritônio com esta substância estranha (a banana) fez com que o sistema imunológico dos animais produzisse maior quantidade de Fator de Necrose Tumoral (TNF). E quanto mais madura a banana maior era este aumento. O TNF é uma proteína complexa, essencial para defesa de nosso organismo em pequenas quantidades. Por outro lado, em grandes grandes quantidades pode levar à desordens auto-imunes como a artrite reumatóide, doenças inflamatórias intestinais, psoríase e asma. Ou seja, será que comer banana não seria um risco? Que nada! Em primeiro lugar, a banana não contém TNF, esta é uma substância produzida pelo sistema imunológico de animais, mas não de frutas. E veja que em nenhum momento os pesquisadores dizem que bananas contém TNF! Lembre ainda que no estudo a banana foi injetada no peritônio. Quando comemos bananas, mesmo que tivessem altas quantidades da proteína TNF, a mesma seria degradada em nosso trato digestório antes da absorção.
Mas e o câncer? Será que a banana é importante para o sistema imunológico e acaba com o câncer? Vamos em partes. A banana é uma fruta rica em vitamina C, B6, B9, em magnésio, potássio e manganês. Todos estes nutrientes são importantes para a manutenção da saúde. E quanto mais saudáveis estivermos mais saudável também estará nosso sistema imunológico. Além disso, as bananas produzem pequenas quantidades de serotonina e dopamina, dependendo do estágio de amadurecimento. Tais substâncias podem estimular células do sistema imune (como neutrófilos e macrófagos) os quais acabam produzindo citocinas como o TNF e a interleucina 12. Contudo, este efeito é pequeno, não existindo nenhum estudo que mostre que isto prevenirá ou eliminará o câncer.

Artigo original: Iwasawa, Haruyo, and Masatoshi Yamazaki. “Differences in biological response modifier-like activities according to the strain and maturity of bananas.” 
fonte>dicas da nutricionista

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Pequisa de opinião sobre o Balneário Campo Bom

Com o intuito de identificar os principais gargalos do  Balneário Campo Bom, em termos de infra-estrutura e lazer, estamos realizando uma pesquisa  estruturada de opinião de forma a identificar  os pontos com maior índice de insatisfação da praia, apontados pelos  moradores e veranistas.    Para ouvir a opinião de todos estamos usado uma  ferramenta do Google Drive onde serão registradas as respostas dos entrevistados. Desta forma gostaríamos muito que nossos internautas participassem  respondendo as perguntas do questionário contante no link abaixo. 
O objetivo é levar ao conhecimento das autoridades  públicas os anseios  e as angustias da comunidade que frequentam ou moram na praia do Campo Bom.     
A pavimentação asfáltica do acesso que liga o Balneário a BR 101 está sendo construída e pelo andar dos trabalhos até o final do ano deverá estar concluída.  Não temos receio em afirmar  que esta é  uma das mais  importante obras do balneário.  Sem sobra de duvida ela trará desenvolvimento ao balneário,  mais segurança e comodidade aos visitantes, moradores e veranistas.  
No entanto,  ela não é a única obra necessária para a melhoria da qualidade de vida dos moradores.  Muitas outras  terão ser quer viabilizadas e implementadas para  melhorar a imagem da praia de forma a torna-la uma referencia e uma boa opção em termo de turismo para o litoral sul de Santa Catarina.


quarta-feira, 25 de junho de 2014

Saiba quais são os benefícios de cada tipo de peixe para a saúde

Seja inverno, verão, outono ou primavera a inclusão de pratos a base de peixe na nossa dieta é sempre recomendado pelos especialistas da boa nutrição. Conheça um pouco mais dessas delicias.   Os peixes gordos de águas salgadas são fontes ricas de ômega 3. Embora pouco comentado, o DHA (ácido docosahexaenoico) é o principal tipo de ômega 3 e traz benefícios para a saúde ao longo de toda a vida, que vão desde o desenvolvimento das estruturas do cérebro e da retina, a partir da gestação, até a prevenção do declínio cognitivo na fase adulta. Há vinte anos, pouco se sabia a respeito dos benefícios dos ômegas 3 para a saúde humana, mas com o desenvolvimento de pesquisas muitos deles foram descobertos, por isso hoje são tão falados. O DHA, ainda um desconhecido para a maior parte das pessoas, é um lipídio estrutural do nosso organismo e seu consumo promove a saúde em qualquer idade.       Peixes marinhos também são fontes de EPA (ácido eicosapentaenoico), outro tipo de ômega 3, que também contribui para a saúde cardiovascular, juntamente com o DHA — diz aos nutricionista.
A FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) recomenda o consumo diário de 250 mg a 2 g de DHA + EPA para um adulto. Mas a quantidade de DHA presente no peixe varia. Salmão, cavala e sardinha, são peixes ricos em DHA, já o bacalhau por exemplo, tem uma quantidade muito pequena desse lipídio.
— O DHA é um lipídio, logo, peixes gordos tendem a serem mais ricos. Porém, ainda não é totalmente esclarecida a quantidade de DHA que o organismo aproveita a partir do consumo do peixe. De qualquer forma, recomenda-se consumir cerca de 2 porções de peixe marinho por semana— esclarece os especialistas.
Confira o quadro abaixo: 
Valores referentes a uma porção de 100 gramas do peixe cozido
Peixe
DHA
EPA
Salmão
751mg
537mg
Cavala
699mg
504mg
Sardinha (enlatada)
509mg
473mg
Pescada branca
235mg
283mg
Atum
232mg
47mg
Bacalhau  (do Atlântico)
154mg
4mg
Fonte: Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA

Melancia pode ser aliada da pressão arterial, aponta pesquisa

Um novo estudo da Universidade Estadual da Florida aponta que consumir melancia pode reduzir significativamente a pressão arterial em pessoas com excesso de peso. O estudo foi publicado no American Journal of Hypertension.
O estudo começou com um conceito simples: mais pessoas morrem de ataques cardíacos em épocas de frio porque as baixas temperaturas levam a um estresse cardíaco que faz com que a pressão arterial aumente e o coração tenha que trabalhar mais para bombear o sangue para a aorta. Isso, muitas vezes, leva a um menor fluxo de sangue para o coração.
Assim, as pessoas com obesidade e pressão arterial elevada enfrentam maior risco de acidente vascular cerebral ou ataque cardíaco quando expostos ao frio, seja durante o inverno ou em ambientes com temperaturas muito baixas. Os pesquisadores descobriram que a melancia pode ser uma aliada do coração nessa situação.
O estudo durou 12 semanas e foi focado em 13 homens e mulheres de meia-idade que sofriam de pressão alta e eram obesos. Os participantes foram expostos a temperaturas baixas enquanto a equipe de pesquisadores mediu a sua pressão arterial e outros sinais vitais.
Os participantes foram divididos em dois grupos: um recebeu extrato de melancia enquanto outro tomou placebo. Os participantes também tiveram que se abster durante o período de estudo de tomar qualquer medicação para pressão arterial ou fazer quaisquer alterações significativas no seu estilo de vida, principalmente relacionados com dieta e exercícios físicos.
Os resultados mostraram que o consumo de melancia teve um impacto positivo sobre a pressão arterial da aorta e outros parâmetros vasculares. Os participantes do estudo mostraram melhorias na pressão arterial e estresse cardíaco.
— Isso significa menos sobrecarga para o coração, de modo que o coração vai funcionar facilmente durante uma situação estressante, como a exposição ao frio — disse um dos autores do estudo, o professor Arturo Figueroa.

Figueroa realizou vários estudos sobre os benefícios da melancia. No passado, ele examinou seu impacto na função arterial pós-menopausa das mulheres e as leituras de pressão arterial de adultos com pré- hipertensão.
fonte: vida e saúde clic rbs

sexta-feira, 20 de junho de 2014

O Amor

Muita gente já tentou definir o que é o amor. Uns dizem que o amor é uma questão de química, outros dizem que é pura matemática, há os que atribuem o amor a uma atração física, mas têm aqueles falam que tudo isso é pura história. Tirando os que tentam defini-lo, existem os que o vivenciam. Estes não sabem bem o que é, de onde vem e para onde vai, mas se entregam de corpo e alma, uns mais de corpo outros mais de alma.
O amor se assemelha aos bichos, deve ser alimentado. Sem o alimento, feito bicho, ele enfraquece, adoece e morre. Mas do que se alimenta o amor? O amor se alimenta de gestos, de palavras doces, solicitudes, de pequenos bichos, desenhos, rabiscos, sexo, cartas, bilhetes e outras guloseimas.
O amor é que nem imposto de renda, precisa ser declarado. Contudo, não carece de registros em cartório, negativas de multa, testemunhas, e firma registrada. No amor vale o fio do bigode, a palavra empenhada, um sorriso, uma flor dobrada no meio do caderno, um olhar e um comprometimento eterno.
Por amor se faz muitas coisas que até Deus (o pai do amor) duvida: dietas, poemas, promessas, músicas, caminhadas, bebedeiras, tatuagem e até horóscopo,
Mas neste mundo tudo o que é bom tem o seu lado inverso, o amor não foge a regra. É grande a legião de pessoas que sofrem desse mau, o mau de amor. Basta não ser correspondido e pronto, vira doença incurável, daquelas que sentencia o paciente à morte, morte lenta, penosa e ao mesmo tempo doce. Que o diga Camões:
“Amor é fogo que arde sem se ver; É ferida que dói e não se sente; É um contentamento descontente; É dor que desatina sem doer;”
O amor é inexplicável, misterioso e fundamental. Sem ele a vida não seria vida, o vinho talvez fosse vinagre, dia não teria luz e a noite seria apenas o breu sem estrelas, sem lua e sem poesia, sem nada e Paulo certamente não escreveria aos coríntios: “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine”.
Enfim, todo mundo na vida deve andar de bicicleta, tomar um pileque e ter um amor.
Eu sou um felizardo. Já andei de bicicleta, tomei alguns pileques e encontrei um amor. Ela é uma flor que eu não me canso de admirar. É linda e possui o olhar de quem quer o mundo sem nada pedir, de quem alumia os caminhos, que remove da noite o breu e que povoa o firmamento de pontinhos brilhantes, estes nada são mais do que reflexos de sua boa alma.

Fonte: César Pereira - Jornalista

Turismo - Grande potencialidade de negocio para Jaguaruna

O turismo é uma atividade econômica extremamente importante, podendo desempenhar um papel decisivo em termos de desenvolvimento de determinadas regiões, onde, as vezes, não existem outras alternativas para alcançar esse objetivo.
É consenso entre os  gurus do setor que  turismo pode dinamizar as potencialidades naturais e histórico-culturais das regiões  menos favorecidas ou ainda em desenvolvidos.   Por outro lado, sabemos  contudo, que não é o turismo que fomenta o desenvolvimento de uma determinada região, mas sim o seu próprio nível de desenvolvimento, que converte o turismo numa atividade favorável ou não a esse processo.
Dentro deste  contexto, um dos setores que poderia contribuir e movimentar a economia dos diversos Balneários do municípios de Jaguaruna é o turismo. O turismo de lazer seria uma das opções para gerar emprego  e complementar a renda dos cidadãos jaguarunenses e até mesmo do próprio município.
No período correspondente ao verão, a população de Jaguaruna salta para  aproximadamente 100 mil habitantes. Isso se deve a grande parte de visitantes e  turistas que vêm de outros municípios, regiões, estados e até países vizinhos para  passar a temporada nos balneários do município.
Entretanto, nem todos os potenciais e recursos são devidamente  aproveitados.  Jaguaruna possui recursos turísticos de origem natural e os de origem cultural.
Os recursos turísticos naturais podem ser os de ordem geomorfológica: como o litoral, que apresenta 37,5 km de praias; os lagos e lagoas, que somam mais de  10; e de ordem biogeográfica: como os agrupamentos vegetais e a mata nativa.
Os recursos turísticos culturais podem ser os históricos, como os sítios  arqueológicos, construções históricas, artefatos e, os culturais contemporâneos  como museus e obras de arte.
De acordo com  os especialistas o “turismo de lazer é realizado por pessoas que viajam sem compromisso de trabalho, apenas por lazer e pode ser  praticado em qualquer lugar”, independentemente desse lugar possuir ou não infraestrutura para receber os turistas. Entretanto é sabido e notório que estradas confortáveis e seguras, divertimentos, bons hotéis, restaurantes, serviços turísticos e possibilidades de fazer compras são atrativos incontestáveis  e que agradam qualquer turista.
Todavia, estes atrativos pouco ou não existem em Jaguaruna, apesar se seus balneários  apresentar tantas belezas naturais e culturais.

Apesar de a cidade ser reconhecida pela SANTUR como turística e se verificar a existência de um número grande de recursos e belezas naturais, o turismo ainda não se configura como uma prática de impacto econômico.  O município carece de um projeto turístico ambicioso  encorajando novas formas de cooperação entre os agentes econômicos, com impactos positivos na atração de novos investidores para explorar novas oportunidades de negócio para  todo o  território de Jaguaruna.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Divisão administrativa da região sul de Santa Catarina

O Sul do Estado de Santa Catarina compreende 43 municípios com uma população estimada em 900 mil habitantes, com cerca de 500 mil em áreas urbanas. A região divide-se administrativamente em três microrregiões:  Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense –AMESC;  Associação de Municípios da Região de Laguna  - AMUREL e Associação dos Municípios da Região Carbonífera – AMREC


AMESC
AMUREL
AMREC

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Banana e seus Benefícios

A banana madura tem benefícios para gastrite e diarreia. Além disso, ela também gera energia e acalma devido a altas concentrações de triptofano, que é um precursor da serotonina (neurotransmissor da tranquilidade e prazer). Devido ao alto teor de potássio, ela é uma boa opção para pessoas com pressão alta. A banana verde por sua vez é rica em amido resistente que chega intacta no intestino, ajudando na absorção dos nutrientes, além de regular a microbiota intestinal, diminui a absorção de glicose e colesterol e dá saciedade. A banana verde também pode ser utilizada para diversos problemas intestinais como diarreia, adispepsias e úlceras pépticas. A ação prebiótica do Amido resistente presente na banana verde seria a principal responsável pela atuação benéfica contra tais desordens.
A fruta é rica em carboidrato, fibra, potássio e vitamina B6. Além de teores de vitamina A e C, Magnésio , fósforo e ferro.
Para armazenar, o ideal é cortar a banana no talo para soltar da penca, sem deixar abrir a casca, faz ela durar mais.
Tipos: banana maçã, da terra, prata, verde, nanica, caturra, entre outras.
 Recomendação:
A indicação de consumo é de 1 fruta ao dia. Não pela quantidade e sim pela necessidade de variar as frutas que se consome. A recomendação para o consumo de frutas, segundo a pirâmide alimentar, é de 3 a 5 porções ao dia.
 Como utilizar: Pode ser consumida de várias formas: in natura, em vitamina, cozida, bolos, doces, picada, geléia, picada com grãos e sementes, amassada, mingau, etc.
A banana verde pode ser consumida em doces, cozida, como farinha, mas a melhor forma é preparar a polpa de banana verde. Receita: cozinhar 5 bananas bem verdes com casca na panela de pressão por 10 minutos. Deixar a pressão sair naturalmente. Depois ainda quente, bater a banana no liquidificador sem casca e sem água. Guardar a polpa na geladeira por até 5 dias. Acrescentar em sucos, tortas, vitamina e até brigadeiro.
Fonte: Clínica de nutrição TRINUTRIX

Maçã! Produto genuinamente catarinense que faz a diferença

Diversos estudos mostram que a maçã possui em sua composição uma vasta variedade de nutrientes (vitaminas do complexo B, C e E), potássio, fibras, flavonoides (substâncias que agem como antioxidantes combatendo os radicais livres que podem danificar o DNA). Isso faz com que ela se torne um alimento com possível propriedade funcional, pois com essa composição ela tem propriedades que irão facilitar a digestão, controlar os níveis de colesterol, diminuindo o surgimento de alergias e irritações, além de auxiliar na prevenção de certos tipos de câncer, na diminuição do apetite, e no retardo do envelhecimento precoce, bem como ajudar no processo de emagrecimento.
Pesquisas também têm mostrado que os flavonoides presentes na maçã ajudam a proteger o organismo contra doenças coronárias e contra o câncer.
Um desses flavonoides presentes na maçã é a quercetina, que ajuda a diminuir a formação de radicais livres e por possuir pectina (uma fibra solúvel que ajuda a controlar o nível de colesterol no sangue) contribui para a redução dos níveis colesterol LDL e manutenção dos níveis glicêmicos, além de possuir frutose (açúcar presente nas frutas e mel) que é absorvida lentamente pelo organismo, o que evita o aumento do nível de glicose no sangue de forma acentuada. Por essas e outras razões, ela ajuda no processo de emagrecimento. Pelo fato da maçã ser um alimento rico em fibras, acaba contribuindo no aumento da saciedade e também tem importante função no tratamento e prevenção das doenças cardiovasculares.

No caso das fibras, elas fazem uma “faxina”, enviando deposição de alimentos no intestino. O ideal é que a maçã seja consumida com a casca, mas antes tem que ser bem lavada. Fazendo assim, serão ingeridas as vitaminas, minerais e fibras presentes nessa fruta que irão contribuir para uma melhora do peristaltismo (série de contrações musculares que ajudam a movimentar o alimento pelo trato gastrointestinal), facilitando assim o processo de digestão e tornando a eliminação fecal mais fácil e rápida, diminuindo o risco de  aparecimento de hemorroidas, diverticulites, fissuras e câncer de cólon

Clínica de nutrição TRINUTRIX

terça-feira, 20 de maio de 2014

Bem vindo ao Outono

“São as águas de março fechando o verão, é promessa de vida no seu coração…” Bem vindo ao Outono, a melhor estação!
O outono é a estação que chega para amenizar o calor do verão. No Brasil as estações podem não ser tão marcadas como em outros países, mas podemos sentí-la, mesmo que de maneira sutil e trazer seu significado para além das sensações térmicas. Depois de recarregar as baterias com toda a energia das férias de verão estamos prontas para a fase mais ativa e produtiva do ano.  
No outono, as temperaturas são  amenas e mais confortáveis, porém, com o aquecimento global, mudanças bruscas e inesperadas de temperatura são um fato cotidiano.
O outono  combina um clima fresco e agradável com temperaturas amenas e diminuição da chuva. Esta estação é de transição, com frentes frias regulares, como uma preparação para o inverno.
Outono também é a estação das colheitas, com os produtos cultivados já bastante desenvolvidos e frutos maduros. É época de saborear alimentos da estação, como o figo e as castanhas, altamente energéticos, e o milho, uma boa fonte de fibras.

É importante manter uma alimentação saudável, já que nesse período são mais comuns as doenças pulmonares e as enxaquecas, em virtude do nevoeiro e do céu nublado que não ajuda a dispersar a poluição. Além disso, os dias mais frios pode fazer com que as pessoas de mais idade sintam dores nas articulações, e o reumatismo e a artrose tendem a ser mais frequentes.
Nesse período, também ficamos mais carentes de Vitamina D, devido à tendência de dias mais nublados. Por isso, aproveite o sol e  o mar do outono, já que os raios solares nesta época do ano são menos nocivos à pele.